1853: avanços na construção da casa de prisão


Ao subdelegado da Freguesia de Sant’Anna do Paranahyba

Acuso recebido o oficio de 15 de novembro ultimo, pelo qual participam v.m. que, tendo esta Presidência autorizado a essa subdelegacia para mandar construir nessa Freguesia uma casa de prisão, assegurando que para tal obra concorreria o Cofre Provincial com a quantia de 550$000 réis, v.m. mandou dar princípio à mencionada construção para a qual achou aí reunidos todos os materiais necessários; e pede-me esclarecimentos acerca do respectivo pagamento. Significa-me em resposta que desde já pode v.m. designar-me pessoa devidamente autorizada a quem mandarei pagar na Estação das Rendas Provinciais a quantia de 275$000 réis; a que pela mesma firma mandarei pagar a restante quantia a vista da declaração de v.m. de um documento assinado pelo Reverendo Vigário desta Freguesia pelo Juiz de Paz em exercício, atestando que a referida casa de prisão acha-se concluída e em bom estado na conformidade da nota inclusa.

Deus guarde v.m.

Palácio do Governo de Mato Grosso em Cuiabá

22 de dezembro de 1853

Augusto Leverger

[Ao] Sr João Coelho Paim, subdelegado suplente de policia da Freguesia de Sant’Anna do Paranahyba”

Nota: consta uma carta de 1850 de José Garcia Leal solicitando a construção de uma casa de prisão pública.


Agradecimento: Professora Maria Celma Borges – UFMS / Três Lagoas

Compartilhe este artigo nas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *