1854: a ponte do Rio Santana que caiu


“Ao subdelegado de Sant’Anna do Paranahyba

O Presidente da Provincia, acusando recebido o oficio que em data de 26 de fevereiro ultimo lhe dirigiu o Sr. João Coelho Paim, subdelegado da Freguesia de Sant’Anna do Paranahyba, relativamente à reconstrução da ponte do ribeirão de Santana destruída pelas enchentes do ano próximo findo, significa-lhe em resposta que convém que com a possível brevidade o mesmo Sr. Paim de acordo com o Fiscal da referida Freguesia remeta a esta Presidência um orçamento da mencionada obra, e as propostas de quaisquer pessoas que se proponham  a fazê-la, as quais deverão nomear procurador que celebre o preciso contrato com a Repartição das Rendas Provinciais.

Palácio do Governo de Mato Grosso em Cuiabá

12 de abril de 1854

Augusto Leverger

Identifica, mutatis mutantis ao Fiscal da mesma Freguesia, Manuel Silvério de Oliveira”

Nota: o mesmo Manuel Silvério de Oliveira era o responsável pelas barcas da travessia no Porto Alencastro


Eis que Joaquim Garcia Leal se apresenta para consertar a ponte:


Ao subdelegado da Freguesia de Sant’Anna do Paranahyba

Depois que lhe oficiei em 13 do corrente acerca do que era necessário observar-se para a construção da ponte do riacho Santana, apareceu o cidadão Braz Pereira Mendes como procurador do cidadão Joaquim Garcia Leal, dessa Freguesia para arrematar a fatura da mencionada ponte; e eu, a fim de abreviar este negócio e de aproveitar-se o tempo que resta par ao fim da presente secção, ordenei à Contadoria Provincial que levasse a efeito o contrato. Uma de suas condições é que o empresário apresentará, depois de concluída a ponte (no principio das enchentes deste ano), atestações do Subdelegado e Fiscal de se achar pronta a obra conforme o combinado para poder receber o pagamento. Isto que cumpre que v.m. e o fiscal dessa Freguesia , quando avisado pelo empresário, examinem a ponte, e a vista da copia autentica do contrato que lhes será apresentada pelo mesmo empresário, atestem o que houver a tal respeito.

Deus guarde a V.M.

Palácio do Governo de Mato Grosso em Cuiabá

22 de julho de 1854

Augusto Leverger

[Ao] Sr Subdelegado de Polícia da Freguesia de Sant’Anna do Paranahyba Identifica, mutatis mutantis, ao Fiscal da mesma Freguesia


Agradecimento: Professora Maria Celma Borges – UFMS / Três Lagoas

Compartilhe este artigo nas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *