1850: a primeira casa de prisão


Ao cidadão José Garcia Leal

Acusando o recebimento de seu ofício de 9 de janeiro último em que representa sobre a necessidade que há nesse lugar de uma casa de prisão pública, tenho a dizer-lhe que acabo de mandar pôr à disposição do subdelegado desta Freguesia João Alves dos Santos pela coletoria da mesma até a quantia de 600$ [seiscentos réis] para a referida casa de prisão. Oportunamente será contemplada a Igreja dessa dita Freguesia com algumas das alfaias por V.M. requisitadas, a vista da quantia para esse fim consignada na Lei do Orçamento Provincial vigente e muito estimo a notícia que me dá de estar a mesma igreja coberta de telhas e decentemente assoalhada, a que sem dúvida se deve ao seu zelo e piedade.

Deus guarde a V.M.      

Palácio do Governo de Mato Grosso em Cuiabá, 20 de fevereiro de 1850.

João José da Costa Pimentel

[Ao] Senhor José Garcia Leal”


Agradecimento: Professora Maria Celma Borges – UFMS / Três Lagoas

Compartilhe este artigo nas redes sociais:

Um comentário em “1850: a primeira casa de prisão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *