Um comentário em “1886: a morte de João Camacho, que queria roubar uma mulher casada

  • 4 de junho de 2020 em 06:58
    Permalink

    Meus pais Mario Irineu Dantas e Mônica Galvão Dantas eu e mais 2 irmãs saimos de pau de araras da cidade de Cruzeta R.N direto a Santana d Paranaiba m.t cidade que fomos criados temos grandes amizades q deixamos lâ hj moro em CG.M.T Eu digo quando chegar minha h de abotuar o paletó eu quero ser sepultado na minha querida cidade de Pba .Um grande abraço

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *